Saturday Way - Cervejas do Copenhagen Beer Celebration

Hoje aconteceu na fábrica da cervejaria paranaense WayBeer uma edição especial da Saturday Way. Evento em que eles abriram as portas da fábrica para o público e disponibilizaram um espaço bem bacana com boa música, algumas ótimas opções de comidas e suas excelentes cervejas!! E mais que isso, excelentes cervejas extremas!!! Não tinha como o evento ser fraco, afinal a cervejaria Way foi eleita pelo site americano Ratebeer como a melhor cervejaria brasileira de 2014.




O destaque foram das cervejas apresentadas pela Way no Copenhagen Beer Celebration, festival de cervejas especiais realizado no início de maio que tem como objetivo valorizar as ideias criativas e a excelência do processo produtivo das cervejarias. O evento é organizado pelo pessoal cigano da Mikkeller e desafia várias cervejarias do mundo a apresentarem suas ideias mais insanas.


As cervejas apresentadas foram:

  • Eat My Berries - um blend de fermentados de amora, morango e mirtilo - ácida e com aroma de frutas vermelhas, como era de se esperar - mas tudo muito bem equilibrado
  • Farmhouse Ale Butiá - feita com butiá colhido em Tijucas do Sul-PR - percebe-se bem o sabor marcante da fruta, foi a minha favorita
À esquerda a "Eat my Berries"
À direita a "Farmhouse Ale Butiá" 
  • Sour Barley Wine - uma Sour Ale com 12% ABV e 85 IBU, foi envelhecida durante dois anos e meio em barris usados para envelhecer cachaça e bourbon. O aroma é amadeirado e muito complexo, lembrando vermute. Deliciosa e bem encorpada
  • Triple Wood Aged - com 15,5% ABV, produzida a partir de um blend de cervejas maturadas por 8 a 18 meses em barris de amburana, castanheira e araribá. Estupidamente encorpada e com forte aroma amadeirado e de canela.

  • Purple High 5 - Sour feita com amoras colhidas em Araucária-PR, foi usado um quilo de amora por litro de cerveja e maturou em barris usados para envelhecer cachaça. Achei bastante interessante e um tanto ácida puxando um pouco pro salgado, a cor ficou animal!



  • Amburana Barley Wine - Barley wine que maturou em barril de amburana novo - foi a que eu menos gostei, acho que faltou equilíbrio, ficou muito doce e muito amadeirada e isso afetou um pouco o drinkability.


Além das cervejas apresentadas em Copenhagen, estavam à venda as excelentes cervejas de linha da Way, dentre estas se destacou uma novidade:


  • Brett Ipa - American IPA fermentada com Brettanomyces bruxellensis, levedura utilizada em estilos belgas como Lambic, Gueuze e Kriek, que deu um caráter levemente ácido a esta cerveja que casou muito bem com o amargor da IPA. Ficou uma IPA com um equilíbrio fantástico entre o cítrico e o amargo.




A única crítica ao evento foi que senti falta da Cider IPA - feita com 45% de maçã - que divulgaram que serviriam no evento.... só que não  :-/

Fecho o post com duas fotos das instalações da WayBeer - uma das grandes cervejarias extremas nacionais!





Comentários

Postagens mais visitadas